A “Puri Produções” e a “ACE – Associação Comercial e Empresarial de Muqui” anunciam nesta segunda feira (dia 2), a programação do Festival de TV e Cinema de Muqui.

O FECIM é o único Festival de Cinema do Sul do ES e pretende reunir no Centro Cívico Municipal de Muqui, os apaixonados pelo cinema e, principalmente, por boas histórias. Ao longo de três dias de evento, os muquienses e visitantes poderão contemplar 48 curtas, 9 projetos de séries de TV e 10 webséries vindas de diversas partes do país. Apesar de sua realização não ter recebido nenhum apoio financeiro ou patrocínio, a produção do FECIM encara o desafio como uma oportunidade. É como enxerga Jussan Silva e Silva, idealizador do FECIM.

“Já sabíamos que encontraríamos um ano difícil na captação de recursos e por isso, anunciamos desde o início de 2019 que o nosso desejo era nos conectarmos com a nossa origem. Daí o tema dessa oitava edição. O FECIM nasceu de uma ideia coletiva de impulsionar o Sítio Histórico de Muqui pelo audiovisual. Acompanhamos as mudanças do setor, realizamos edições de todos os tamanhos, mas essa é de certa forma, muito especial. É um renascimento. Retornamos com o M ao nome do Festival, o evento passou a ser produzido por uma produtora da cidade, e pela primeira vez estamos coproduzindo com a ACE-Muqui. Dialogamos muito com o comércio local, e sabemos da importância do Festival como ferramenta de desenvolvimento para os comerciantes. Em tempos estranhos, é preciso união. Se por um lado não tivemos recursos para fazer tendas, shows, e atrações na praça, por outro lado, reforçamos o nosso compromisso com o audiovisual brasileiro oferecendo três filmes nacionais de prestígio internacional. Ter Bacurau em Muqui é um presente de Natal”, comemora Jussan.

O FECIM é um marco para a história da região sul capixaba. Foram recebidos mais de 300 filmes para participar dessa edição. A curadoria composta por Christiane Britto e Leandra Moreira selecionaram as mais de 60 obras audiovisuais que compõem a programação de 2019. Mesmo menor, o Festival movimentará o Sítio Histórico com a presença de amantes do cinema, vindos de cidades vizinhas. Reforço para o comércio da cidade. É o que acredita Samyra Bino, Presidente da ACE – Associação Comercial e Empresarial de Muqui.

“Muqui é uma cidade turística e ao longo dos anos nos aperfeiçoamos em promover as riquezas do Município. O FECIM é um evento muito importante para o comércio. Quando soubemos que não foi patrocinado, sabíamos que a não realização poderia impactar nos hoteis, bares e restaurantes. Por isso, nos esforçamos para abraçar a causa. O Festival leva o nosso nome para o Brasil inteiro. Muitos cineastas adorariam visitar Muqui e por falta de recursos, não vieram. A cidade deixa de ganhar e perde arrecadação. É preciso um esforço de projeto de cidade. E o nosso compromisso na Associação é proteger a Cultura local, criar movimentos novos e fomentar a vocação para o turismo cultural. Desse modo, todos se beneficiam: os projetos, os comerciantes e a socidade.”, defende Samyra.

O FECIM acontecerá nos dias 19, 20 e 21 de dezembro de 2019 no Cento Cívico Municipal. A entrada é gratuita e todas as sessões estão sujeitas à lotação. Os ingressos serão distribuídos na bilheteria da “sala/cinema”. É importante conferir a classificação indicativa de cada filme.

Confira a programação resumida do 8º FECIM:

19 DEZ – Quinta
14h às 17h – 1ª Mostra Curta
17h10 às 20h10 – Mostra Web
20h30 – Homenagem à Eliza Capai e Exibição do Filme “Espero Tua (RE)volta”

20 DEZ – Sexta
14h às 17h – 2ª Mostra Curta
17h10 às 20h10 – Mostra TV
20h30 – Exibição do Filme “Diz a ela que me viu chorar”

21 DEZ – Sábado

10h – Passeio de Bicicleta à Moda Antiga pelo Sítio Histórico de Muqui. Venham fantasiados e concorram a vários prêmios do comércio local. Saída no Bairro São Pedro, próximo à entrada da rua do cemitério, até à Avenida São João Batista, em frente à loja “Produtos Berilli”. Preparem-se para as fotos.

14h até 17h – 3ª Sessão da Mostra Curta

20h30 – Exibição de Bacurau

Anúncio dos Premiados e do FECIM 2020

Festa “Surpresa” de Encerramento

Programação do 8º FECIM

19, 20 e 21 de dezembro de 2019

Local: Centro Cívico de Muqui

Produção: Puri Produções e ACE-Muqui

19 de dezembro

14h até 17h – 1ª Sessão da Mostra Curta

1) Unreal

Vitória/ES – 2018

Direção: Luiz Will Gama

Categoria: Videoarte

Duração:  15 minutos

Sinopse: Como seria  se existisse um aplicativo capaz de alterar a nossa realidade durante a capturas de fotos e vídeos para as redes sociais ?  O que escolheríamos alterar em nossa realidade ? A nossa aparência, o local onde tiramos as fotos ou quem sabe o som ambiente? Mas como saberíamos o que é real ou não ? Quais seriam os impactos dessa falsa realidade ?

Classificação Indicativa: Livre

2) Vale da Lua: o mito de Anhangá

Curitiba/PR – 2018

Direção: Danilo Custódio

Categoria: Ficção

Duração: 11 minutos e 20 segundos

Sinopse: Num mundo onde a realidade e o fantástico se misturam, um pequeno grupo de garimpeiros é atacado por Anhangá, um ser mitológico que protege as matas. Assustados, buscam ajuda de uma velha misteriosa. Mas qual será o preço cobrado?

Classificação Indicativa: Livre

3) Tango

Rio de Janeiro/RJ – 2019

Direção: Felipe Quadra

Categoria: Ficção

Duração: 10 minutos e 31 segundos

Sinopse: No coração de uma metrópole, um excêntrico senhor busca de todas as formas se libertar da persistente solidão. Universo livremente inspirado nas obras do pintor Francis Bacon.

Classificação Indicativa: Livre

4) As Viajantes

São Paulo/SP – 2019 

Direção: Davi Mello 

Categoria: Ficção     

Duração: 11 minutos

Sinopse: Em uma noite de sexta-feira, duas atrizes compartilham os seus medos.      

Classificação Indicativa: 12 anos

5) Nadir        

Laranjeiras/SE – 2018

Direção: Fábio Rogério        

Categoria: Documentário    

Duração: 15 minutos

Sinopse: Um olhar afetivo sobre o cotidiano de Nadir, mestra de cultura popular de uma comunidade quilombola do interior de Sergipe. A música de Nadir e seus silêncios. 

Classificação Indicativa: 10 anos

6) No Amor  

Porto Alegre/RS – 2018

Direção: Juan Quintáns       

Categoria: Documentário   

Duração: 14 minutos

Sinopse: O documentário “No Amor”, de Juan Quintáns, se utiliza da produção e gravação do curta-metragem “Indo” (Boca Migotto – Teimoso Filmes e Artes) para refletir sobre a produção cultural, no Brasil, e a dedicação dos artistas que realizam seus projetos através das parcerias, amizades e auto-financiamento. É um filme que fala de afeto e amor, à arte e à amizade.         

7) Guri          

Velha/ES – 2019

Direção: Adriano Monteiro 

Categoria: Ficção     

Duração: 12 minutos

Sinopse: Victor é um menino de 12 anos que sonha em vencer um campeonato de Bolinha de Gude do seu bairro, porém um obstáculo inesperado surge no seu caminho.  

Classificação Indicativa: Livre

8) Ana Cecília e Dona Sônia Tentam Fazer um Jantar em Família        

Campinas/SP – 2019

Direção: Elisa Lino e Giovanni Saluotto      

Categoria: Ficção     

Duração: 5 minutos e 23 segundos         

Sinopse: Ana Cecília e Dona Sônia estão tentando há algum tempo fazer um jantar em família, mas o tempo não deixa.

Classificação Indicativa: Livre

9) Toda Sombra Parece Viva         

São Paulo/SP – 2019

Direção: Leandro Afonso     

Categoria: Ficção     

Duração: 15 minutos

Sinopse: Uma mulher sai de casa. No trabalho, no metrô, no carro, na rua, o suspense do cotidiano.

Classificação Indicativa: 12 anos

10) Julieta de Bicicleta

Curitiba/PR – 2019

Direção: Juliana Sanson       

Categoria: Ficção     

Duração: 15 minutos

Sinopse: Julieta avança noite adentro pedalando a bicicleta de seu filho pelas ruas da cidade vazia. Sua viagem sem destino é interrompida por uma tentativa de assalto, mas ela recebe a ajuda de Cabeça, amigo de seu filho adolescente. Esse encontro inusitado revela aspectos da vida de Julieta que ela luta para ignorar.     

Classificação Indicativa: 12 anos

11) O que vem depois do adeus   

São Paulo/SP – 2018

Direção: Patrícia Sá 

Categoria: Ficção     

Duração: 11 minutos e 20 segundos      

Sinopse: Paula e Jorge recomeçam suas vidas após a separação. Dúvidas, angústias, saudades… O que vem depois do adeus? 

Classificação Indicativa:  Livre

12) Quitéria

Cabaceiras/Campina Grande – PB – 2019  

Direção: Tiago. A. Neves     

Categoria: Ficção     

Duração: 14 minutos

Sinopse: Liberdade é querer o que se quer.     

Classificação Indicativa: Livre

13) Ondas     

São Paulo/SP – 2019

Direção: Gugu Seppi

Categoria: Ficção     

Duração: 15 minutos

Sinopse: Após falecimento de sua mulher, Paulo se vê preso em um mundo onde a única conexão que se estabelece é por ondas eletromagnéticas, assassinando as relações interpessoais. Paulo quer se libertar da solidão, até que finalmente conhece Sofia.

Classificação Indicativa: 14 anos

14) Quis        

Aracruz, Caricica (ES – Brasil) e Nova Yorck (EUA) – 2019

Direção: Dominique Lima   

Categoria: Ficção     

Duração: 15 minutos      

Sinopse: Catarina sofre um acidente aos 26 anos de idade e entra em coma. Enquanto isso, a vida aqui fora traz Maria, sua irmã mais nova, que permanece ao seu lado diariamente, quase como uma âncora de Caqui. Já a mãe, Rita, sofre de amargura e insatisfação com a vida e, apesar de não ter ainda visitado a própria filha, permeia sua consciência, que anda cada vez mais longe da realidade. O filme nos convida a mergulhar no mar que agora só pode ser navegado pelo espírito de Catarina.       

Classificação Indicativa: Livre

15) Êles

Porto Alegre/RS – 2019        

Direção: Roberto Burd        

Categoria: Ficção     

Duração: 15 segundos

Sinopse: Gabriel veraneia em sua casa de praia enquanto seus pais passam a semana trabalhando em Porto Alegre. Após mais uma noite de bebedeira, ele acorda e percebe na movimentação dos vizinhos e curiosos, que Dona Ida, a empregada que trabalhou a vida inteira com sua família, faleceu subitamente.  

Classificação Indicativa:  12 anos

16) Vista para dias nublados         

Porto Alegre/RS – 2019

Direção: Ana Luísa Moura   

Categoria: Ficção     

Duração: 11 minutos e 22 segundos       

Sinopse: Manuela e Bento são um casal de artistas aposentados que vivem a maior parte de seus dias observando Lúcia, sua vizinha de janela. Até que um dia, Lúcia deixa de abrir a varanda de seu apartamento e Manuela precisa ressignificar o que vê.

Classificação Indicativa: Livre

17h10 até 20h10 – Sessão da Mostra Web

1) “Diz a Lenda… Histórias de Piracicaba”

Piracicaba/SP – 2017

Direção: Felipe Amaral

Categoria: Documentário

Duração: 20 minutos

Sinopse: A cultura de um povo é sua maior fonte de riqueza imaterial, é o que define sua identidade, e sofre transformações através do tempo e do espaço. Por isso, torna-se necessário que as expressões culturais de um grupo sejam preservadas para futuras gerações.

O documentário “Diz a Lenda… Histórias de Piracicaba” surgiu da necessidade de auxiliar na proliferação e na preservação das histórias (reais e imaginárias) da cidade de Piracicaba, contadas pelos seus próprios moradores, da sua maneira e baseadas em suas recordações.

Classificação Indicativa: Livre

2) “Jogos de Guerra”

Petrolina/PE – 2019

Direção: Wayner Tristão

Categoria: Animação

Duração: 40 segundos

Sinopse: Brincadeiras bélicas.

Classificação Indicativa: Livre

3) “Reexistir”

São Paulo/SP – 2019

Direção: Antônio Cortez

Categoria: Documentário

Duração: 4 minutos por episódios (20 min. total)

Sinopse: “Reexistir” é uma web-série documental que apresenta vivências e resistências nas histórias de luta da comunidade LGBT. Histórias estas, contadas em prol de gerar mais empatia e compaixão entre as pessoas de dentro e fora da comunidade, e principalmente, levar uma mensagem de esperança, força e resiliência para todos os LGBT’s, nos estimulando a seguir de cabeça erguida e continuar resistindo.

Classificação Indicativa: Livre

4) “Imaginários Urbanos”

Macéio/AL

Direção: Glauber Xavier

Categoria: Documentário

Duração: 24 minutos e 40 segundos

Sinopse: Imaginários Urbanos mixa arte, corpo e cidade, esboçando inquietações de um grupo de pesquisadores e artistas dispostos a estimular reflexões sobre as representações simbólicas da cidade de Maceió.

Classificação Indicativa: Livre

5) “Os Guerreiros da Rua”

Recife/PE – 2018

Direção: Erickson Marinho

Categoria: Ficção

Duração: 23 minutos

Sinopse: Recife, década de 90. Quatro amigos se organizam para criar suas próprias aventuras e vive-las pelas ruas de sua comunidade, imaginando missões, seres fantásticos e eles mesmos como guerreiros dotados de poderes especiais. Cada brincadeira é um novo capítulo da jornada maior do quarteto, que se dá a importante tarefa de libertar criaturas mágicas e proteger o bairro de um poderoso inimigo imaginário que planeja dominar tudo.

Classificação Indicativa: Livre

6) “Under The Sun”

Anápolis/GO – 2018

Direção: Jonathas Veloso

Categoria: Ficção

Duração: 20 minutos

Sinopse: Em meio a uma crise de água potável e altas temperaturas, um homem vaga, buscando uma forma de continuar vivo.

Classificação Indicativa: Livre

7) “In fluir”

Cascaval/PR – 2018

Direção: Fábio Novelli e Murilo Genehr

Categoria: Ficção

Duração: 10 minutos

Sinopse: Após o desaparecimento de um ex-professor, dois alunos entram em sua antiga casa, em busca de respostas ou de um sinal de vida.

Classificação Indicativa: 14 anos

8) “Os escritos de um escritor escravo”

Rio de Janeiro/RJ – 2017

Direção: Pablo Siviero

Categoria: Ficção

Duração: 32 minutos e 57 segundos

Sinopse: Maurício é um jovem roteirista e escritor que, depois de passar por uma desilusão amorosa, vive um momento de bloqueio artístico. Tentando encontrar uma saída para voltar a escrever, ele procura em suas histórias a solução dos problemas. Personagens de todos os estilos e personalidades vão surgir para tentar preencher o vazio que vive Maurício. Uma caminhada que não é apenas para amenizar suas perturbações, mas também, para reencontrar o verdadeiro artista que vive dentro dele.

Classificação Indicativa: 16 anos

9) “Como segurar uma nuvem no chão”

São Paulo/SP – 2017

Direção: Marco Aurélio Gal

Categoria: Ficção

Duração: 18 minutos

Sinopse: O que acontece depois do “FIM”? A fábula de Isabela, a viagem fantasmagórica de uma menina em busca de sua verdadeira essência.

Classificação Indicativa: Livre

10) “Sui Generis”

Vitória/ES – 2017

Direção: Roberto Nascimento

Categoria: Ficção

Duração: 07 minutos e 24 segundos

Sinopse: Claudia e Marcus tem um relacionamento moderno.

Classificação Indicativa: 16 anos

20h30 – Homenagem à Eliza Capai e Exibição de seu filme “Espero Tua (RE)volta”

Sinopse: Um retrato do movimento estudantil que ganhou força a partir do ano de 2015, ocupando escolas estaduais por todo Brasil. Acompanhando três jovens do movimento e com imagens de arquivo de manifestações desde 2013, o documentário tenta compreender as ocupações e as suas principais pautas a partir do ponto de vista dos estudantes envolvidos.

Duração: 1h33

Classificação Indicativa: Livre

20 de dezembro

14h até 17h – 2ª Sessão da Mostra Curta

17) Megg – A Margem que Migra para o Centro 

Curitiba/PR – 2019

Direção: Larissa Nepomuceno e Eduardo Sanches 

Categoria: Documentário     

Duração: 15 minutos

Sinopse: Megg Rayara derrubou barreiras para chegar onde chegou. Para ela, seu diploma é um marco importante de uma luta não só pessoal mas, sim, coletiva. Pela primeira vez no Brasil, uma travesti negra conquista o título de Doutora. É a margem que migra para o centro, levando toda sua história consigo.   

Classificação Indicativa: Livre     

18) A profundidade da Areia         

ES – 2019

Direção: Hugo Reis   

Categoria: Ficção      

Duração: 15 minutos         

Sinopse: Num tempo impreciso, uma caminhada contínua e uma ameaça constante. Vestígios na areia revelam memórias que eles parecem desconhecer, mas não totalmente.

Classificação Indicativa: Livre

19) Quadros Negros 

São Paulo/SP – 2019

Direção: Beatriz Guglielmelli           

Categoria: Documentário    

Duração: 10 minutos

Sinopse: Com entrevistas a autores de histórias em quadrinhos que retratam personagens e temas afro-brasileiros, o documentário Quadros Negros busca entender a importância, papel e o significado que a representatividade pode ter.                       

Classificação Indicativa: 14 anos     

20) O Que Resta da Imagem           

Laranja da Terra/ES – 2018

Direção: Rafael Wolfgramm

Categoria: Documentário     

Duração: 15 minutos

Sinopse: Entre os anos de 1930 e 1960, um fotógrafo fez os primeiros registros da vida dos pomeranos no interior do Espírito Santo. Suas imagens ainda ecoam nas lembranças dos moradores de uma vila, que contam suas histórias a partir desses registros. Nesse documentário, imagem é memória.                            

Classificação Indicativa: Livre     

21) E o que a gente faz agora?

Cachoeira/BA – 2019

Direção: Marina Pontes

Categoria: Ficção

Duração: 16 minutos

Sinopse: “E não há, de onde vejo, nenhuma diferença entre escrever um poema maravilhoso e me mexer na luz do sol junto ao corpo de uma mulher que amo.” Audre Lorde.

Classificação Indicativa: Livre     

22) Quando a Chuva Vem? 

Carpina-PE – 2019

Direção: Jefferson Batista

Categoria: Animação

Duração: 08 minutos e 26 segundos

Sinopse: A seca que assolou o nordeste do Brasil entre os anos de 1979 e 1985, marcou para sempre a vida da população sertaneja do estado de Pernambuco, em meio ao quadro de pobreza e abandono crescia uma criança sem ver ou sentir a chuva.   

Classificação Indicativa: Livre

23) Dona Ana

Contagem/MG – 2019

Direção: Filipe Campos        

Duração: 15 minutos

Sinopse: Dona Ana é uma senhora de 87 que nasceu na Bahia, teve 14 filhos e hoje vive sozinha no município de Contagem, MG. Revisita seu passado através de álbuns de fotografias e encara a ausência das pessoas que amava e partiram. Embora sua vida pareça solitária, seu cotidiano é preenchido pela sua criatividade.         

Classificação Indicativa: Livre   

24)  #Juri

Cuiabá/MT – 2018

Direção: Samantha Col Debella

Categoria: Ficção

Duração: 14 minutos e 50 segundos

Sinopse: Mario é drogado e vive na rua.  Recebe ajuda de D. Herta, 80 anos, e um dia, ao pedir dinheiro para pagar o traficante, perde o controle diante da recusa da senhora, rouba seu colar de ouro e foge sem perceber que ela fica passando mal. O filho encontra o corpo da mãe ao chegar em casa, aciona a polícia que localiza e prende Mario. O processo de julgamento inicia-se imediatamente. Quatro pessoas aleatórias são escolhidas pelo sistema e postam suas sugestões de punições. Mario grava um vídeo de defesa. As pessoas assistem e votam pelas redes sociais. O resultado e a sentença são transmitidos ao vivo.

Classificação Indicativa: 12 anos     

25) Metanoia

Curitiba/PR – 2019

Direção: Giovana Bianconi, Rafaela Panchorra, Rayane Taguti e Tiago Felipe

Categoria: Animação

Duração: 4 minutos  

Sinopse: Metanoia é uma animação experimental baseada na fábula “Pequena Fábula” de Franz Kafka. O filme mostra a trajetória da personagem Visconti e sua busca pela luz diante da situação de medo, obscuridade e solidão em que se encontra.                                               

Classificação Indicativa: 14 anos      

26) Cabelo Armado

Eldorado do Sul/RS – 2019

Direção: Jo Nobre     

Categoria: Ficção      

Duração: 10 minutos e 19 segundos

Sinopse: Garota se depara com o preconceito e racismo em sua nova escola.

Classificação Indicativa: Livre     

27) A Viagem de Ícaro 

Goiania/GO – 2019

Direção: Kaco Olimpio e Larissa Fernandes        

Categoria: Documentário           

Duração: 19 minutos

Sinopse: Bazuka, catador de materiais recicláveis, sonha em voar. Para realizar seu sonho a única alternativa é construir suas próprias asas.        

Classificação Indicativa: Livre      

28) Vô ar

Guarulhos, Brasil e Pequim, China

Direção: Milena de Moura Barba    

Categoria: Ficção      

Duração: 10 minutos

Sinopse: A jornada de duas crianças, dois avós e uma pipa. Nina chega à Beijing vinda do Brasil para conhecer seus avós paternos mas acaba se envolvendo em uma aventura com Xiao Bo, uma criança criada nos Hutongs de Pequim que decide cooptá-la para a sua missão: empinar a pipa do avô de Nina com o carretel de seu falecido pai.             

Classificação Indicativa: Livre  

29) Interrogação (ou Psicopata Legalizado)         

Guarulhos/SP – ´2019

Direção: Moisés Pantolfi      

Categoria: Animação

Duração: 1 minuto

Sinopse: Chovia na noite de segunda feira (17/09/2018) no Rio de Janeiro. Rodrigo Alexandre da Silva Serrano, de 26 anos, desceu a ladeira Ary Barroso para esperar a mulher e os filhos com um guarda-chuva preto. De repente três disparos.             

Classificação Indicativa: 10 anos

30) O Cinema É Um Encontro         

Natal/RN – 2019

Direção: Gustavo Guedes     

Categoria: Documentário    

Duração: 12 minutos         

Sinopse: O Cinema é um encontro, se trata de um documentário, construído junto com os alunos da Escola Estadual Newton Braga, professores e orientadores pedagógicos de educação especial, se trata de um paralelo entre a participação de natal na segunda guerra mundial e os avanços políticos da pessoa com deficiência, pós-segunda guerra, a experiencia de primeiro contato com o universo cinematográfico de jovens cegos e não cegos da rede publica de ensino do RN, o projeto conta com apoio do SEBRAE/RN para seu desenvolvimento em 2018            Natal/RN

Classificação Indicativa: Livre     

31) SEIVA      

Nazarezinho/PB – 2019

Direção: Ramon Batista       

Categoria: Ficção      

Duração: 07 minutos e 36 segundos       

Sinopse: Entre a contemplação e o alerta para trazer luz a seiva essencial da vida, a água. Recurso finito e fundamental.  Nazarezinho Paraíba

Classificação Indicativa: Livre  

32) Boca de Fogo     

Niterói/RJ – 2018

Direção: Luciano Pérez Fernández   

Categoria: Documentário    

Duração: 9 minutos  

Sinopse: Cidade de Salgueiro, sertão de Pernambuco, Brasil. Na arquibancada, o sol castiga os torcedores. No rádio, Boca de Fogo incendeia a transmissão. O futebol como você nunca viu.   

Classificação Indicativa:  Livre

33) redundância       

Petrolina/PE – 2018

Direção: wayner tristao        

Categoria: Videoarte

Duração: 4 minutos

Sinopse: as voltas que a vida da      

Classificação Indicativa: Livre

34) Crisálida  

Piracicaba/SP – 2019

Direção: Felipe Amaral  e Gabriela Torres 

Categoria: Ficção      

Duração: 15 minutos  

Sinopse: “Crisálida” conta a história da família de Otin, um menino de 7 anos, que após a morte da mãe, tem que se adaptar a uma vida com o pai e a avó. O que ninguém sabe é que Otin está começando a descobrir que na verdade gostaria de ser menina.

Classificação Indicativa: 12 anos      

35) Grito

Porto Alegre/RS – 2018

Direção: Luiz Alberto Cassol 

Categoria: Ficção      

Duração: 5 minutos

Sinopse: Nem todo o grito sai da boca.

Classificação Indicativa: Livre     

17h10 até 20h10 – Sessão da Mostra TV

1) “Proibido para Maiores”

Porto Alegre/RS – 2018

Direção: Felipe Lesbick

Categoria: Ficção

Duração: 26 minutos

Sinopse: Nina (Duda Meneghetti) é uma jovem de 17 anos que convive com a dúvida sobre seu futuro profissional pós-colégio e com a falta de sua mãe, falecida há três anos. No meio disso tudo, Nina e seus amigos, lidam com as mais variadas tarefas da vida escolar como provas, trabalhos em dupla, campeonatos esportivos, eleições estudantis e um diretor linha dura.

Classificação Indicativa: 12 anos

2) “Caçadores da Alma 2”

Rio de Janeiro/RJ – 2018

Direção: Silvio Tendler

Categoria: Documentário

Duração: 28 minutos

Sinopse: Com direção do premiado Silvio Tendler, a série Caçadores da Alma é uma abordagem da arte da fotografia, reconhecendo seus principais personagens: os fotógrafos e suas obras. Os diversos episódios apresentam temas que fazem parte da aventura da fotografia no século 21 e dos artistas que encontraram na imagem fixa sua linguagem maior de expressão. Caçadores da Alma confere a relevância da fotografia na construção de um olhar sobre o mundo e, sobretudo, na capacidade de ação e intervenção que ela detém sobre o próprio mundo. Entre os fotógrafos que estão no programa, nomes como Thomaz Farkas, Milton Guran, Walter Firmo, Evandro Teixeira e Custódio Coimbra. A série tem como origem o média-metragem homônimo, dirigido por Tendler no fim da década de 1980. SINOPSE DO EPISÓDIO ENVIADO: IDENTIDADE – A diversidade do ser humano: a foto que tem cor, cheiro, personalidade e identidade. Na troca de uma foto posada ou no flagrante das ruas, o trabalho dos que usam a fotografia para se aproximar das histórias das pessoas.

Classificação Indicativa: Livre

3) “Prateleiras de um monstrutivista”

São Felix/BA – 2019

Direção: Emaxsuel Rodrigues

Categoria: Documentário

Duração: 11 minutos

Sinopse: Episódio piloto de uma série documental sobre bibliotecas. Neste episódio, tentamos realizar uma leitura sensível sobre o monstrutivista Lucio Agra, um professor e intelectual que guarda em suas prateleiras histórias, teorias e objetos relacionados ao universo de monstros.

Classificação Indicativa: 14 anos

4) “Até Provar que Não” – (1º episódio da série “Vidas em Samba-reggae”)

Salvador/BA – 2018

Direção: Lucas C. S. Portela

Categoria: Ficção

Duração: 16 minutos e 18 segundos

Sinopse: Em 06 de fevereiro de 2015, no Cabula, em Salvador-BA, 24 jovens negros do bairro foram alvejados a tiro pelas forças policiais do estado. Até provar que não, a mídia e a população já atribuíam às vítimas os piores julgamentos. Quando a professora universitária Lidiane Pontes presume que o seu marido, o médico Roberson Pontes, pode ter sido uma das vítimas, vai em busca da verdade, num dia que pode mudar completamente a sua vida.

Classificação Indicativa: 14 anos

5) “Jornal do Campo: Especial Cooperativismo”

Muqui, Venda Nova do Imigrante, Cachoeiro de Itapemirim, Santa Maria de Jetibá e São Gabriel da Palha – 2019

Direção: Cláudia Gregório

Categoria: Documentário

Duração: 26 minutos

Sinopse: O documentário faz parte das comemorações dos 40 anos do Jornal do Campo, da TV Gazeta, e mostra a importância e a força do cooperativismo para o desenvolvimento do Espírito Santo. Existem 29 cooperativas do ramo agro no estado, são quase 31 mil cooperados, de acordo com a OCB/ES. A equipe do Jornal do Campo viajou por nove dias, rodou mais de mil quilômetros para contar a história de vidas transformadas pela força dessa união. Foram contadas histórias de cinco cooperativas de norte a sul do estado: Muqui, Venda Nova do Imigrante, Santa Maria de Jetibá, Cachoeiro de Itapemirim e São Gabriel da Palha. Esse documentário, além de contar a história de​ssas cooperativas, discute temas como: o papel das mulheres na zona rural, sustentabilidade e os desafios de se manter o jovem no campo.

Classificação Indicativa: Livre

6) “O toque dos meus lábios te visita na penumbra da noite”

São Paulo/SP – 2019

Direção: Caio de Santis

Categoria: Ficção

Duração: 10 minutos

Sinopse: Cassandra e Érica investigam uma série de assassinatos ao mesmo tempo em que são coagidas pelo assassino. Nenhuma das vítimas possui relação entre si, exceto Érica, que namorou todas elas. 

Classificação Indicativa: Livre

7) “Quaresma”

São Paulo/SP – 2019

Direção: Adriano Gomez

Categoria: Ficção

Duração: 8 minutos

Sinopse: É noite de Quaresma em uma pequena vila rural. Tião, um velho roceiro local conta para sua filha um conto dos anos 70, sobre uma garota que foge de casa na noite de Quaresma para ir a uma festa.

Classificação Indicativa: 12 anos

8) “Nosso amor de hoje”

Goiânia/GO – 2019

Direção: Daniel Calil

Categoria: Ficação

Duração: 25 minutos e 20 segundos

Sinopse: “Nosso Amor de Hoje” conta a história do casal Ana e Camilo, que se conhece em Goiânia, muda para São Paulo e vive os próximos 30 anos juntos. O processo democrático do país, desde 1984, serve como pano de fundo e metáfora à história do casal. Três épocas diferentes, entrecortadas, estruturam as linhas narrativas da série.

Classificação Indicativa: 12 anos

9) “Never”

Fortaleza/CE – 2019

Direção: Wallysson Campos e Vitor Soupé

Categoria: Ficção

Duração: 18 minutos e 34 segundos

Sinopse: A série acompanha a vida de Roberto, um telepata que preza por seu anonimato, e a de seu amigo Thomas. A rotina banal de ambos, resumida ao trabalho para quitar as contas mensais, transforma-se numa luta para permanecerem vivos após as ameaças de um agiota, conhecido como Capitão. Nessa jornada a dupla contará com o auxílio de Ingrid, uma advogada e amiga de longa data, trazendo a tona outras questões do passado de todos os envolvidos.

Classificação Indicativa: 12 anos

20h30 – Exibição do Longa ”Diz a ela que me viu chorar”

Direção: Maíra Bühler

Categoria: Documentário

Duração: 85 minutos

Sinopse: O filme narra o cotidiano de moradores de um hotel social no centro de São Paulo, numa região marcada pelo uso abusivo de crack. Entre escadas circulares, quartos decorados, elevadores lotados e ao som das músicas do rádio, os personagens de ‘Diz A Ela Que Me Viu Chorar‘ são atravessados por amores tumultuados e pelo espectro da solidão.

Classificação Indicativa: 12 anos

21 de dezembro

10h – Passeio de Bicicleta à Moda Antiga pelo Sítio Histórico de Muqui

Venham fantasiados e concorra a vários prêmios do comércio local. Saída no Bairro São Pedro, próximo à entrada da rua do cemitério, até à Avenida São João Batista, em frente à loja “Produtos Berilli”. Preparem-se para as fotos.

14h até 17h – 3ª Sessão da Mostra Curta

36) Teixeirinha, Artista Popular

Porto Alegre, Passo Fundo, Eldorado do Sul/RS – 2019

Direção: Caio Passos e Diego Queijo          

Categoria: Documentário   

Duração: 10 minutos e 10 segundos      

Sinopse: O curta-metragem “Teixeirinha, Artista Popular” (2019) resgata parte da história do cantor, compositor e ator brasileiro Vítor Mateus Teixeira (1927-1985). Por meio de entrevistas com pesquisadores, músicos, amigos e familiares, a obra localiza Teixeirinha como um dos artistas mais populares do Brasil e ressalta a importância da valorização das manifestações artísticas regionais e das culturas populares.     

Classificação Indicativa: Livre

37) As flores que guardei pra você

Recife/PE – 2018

Direção: Gabi Saegesser      

Categoria: Outros    

Duração: 17 minutos        

Sinopse: Nas paredes do entorno, o desencontro; Entre o rio e o mar, as estradas, os afetos. A diretora-personagem precisa se mudar. Ela dança. 

Classificação Indicativa: Livre

38) O Vendedor de Palavras

Rio de Janeiro/RJ – 2018

Direção: André Falcão

Categoria: Ficção

Duração: 15 minutos

Sinopse: Após assistir na TV um debate a respeito da falência das palavras nos meios de comunicação, Aurélio resolve vender o significado das palavras em uma barraquinha no camelódromo do Centro da cidade.

Classificação Indicativa: 12 anos

39) Culpado

Rio de Janeiro/RJ – 2018

Direção:  Alexia Maltner     

Categoria: Videoarte

Duração: 1 minuto       

Sinopse: “O silêncio é o comportamento responsável por esconder a identidade de quem sofre a violência de um dos crimes mais horríveis que existem, o estupro.  Caladas, elas são mulheres que saem cedo para trabalhar, pertencem a diferentes etnias e classes sociais.  A ideia de que a mulher é culpada pela violência que sofre, é na verdade “uma concepção machista”.  Esse é um filme manifesto por todas as vítimas de estupro no Brasil e no mundo.  Não vamos ficar em silêncio, portanto, PAREM de acreditar que a culpa é da vítima.  O culpado é quem ataca, culpado é o agressor!”                      

Classificação Indicativa: Livre

40) Um Café e Quatro Segundos   

Rio de Janeiro/RJ – 2018

Direção: Cristiano Requião 

Categoria: Ficção     

Duração: 15 minutos e 35 segundos       

Sinopse: Dois torturadores se encontram para tomar um café depois de mais de trinta anos sem se verem, para acertarem contas daquela época.  

Classificação Indicativa: 16 anos

41) COVA HUMANA

São Paulo/SP – 2019

Direção:  Joel Caetano        

Categoria: Ficção     

Duração: 10 minutos

Sinopse: Em Cova Humana, seguimos a trajetória de um homem solitário que passou por um enorme trauma e tem que lidar com situações aterrorizantes que se manifestam quando ele está sozinho em sua casa.

Classificação Indicativa: 10 anos

42) Entretantos       

São Paulo/SP – 2018

Direção: Sue Durden

Categoria: Outros    

Duração: 2 minutos 

Sinopse: Um corpo que fala, que grita, que risca no asfalto seu manifesto.                                                                                                                                                                                                

Classificação Indicativa: 10 anos

43) Zulmira  

Suzano/SP – 2018

Direção: Douglas Cordeiro  

Categoria: Ficção     

Duração: 14’50        

Sinopse: Bruna (Carla Shinabe) Vive um conflito moral quando sua avó (Neide Xavier) é diagnosticada com Alzheimer.    

Classificação Indicativa: Livre

44) Baixa Funda, O Destino de um Povo

Urucuia/MG – 2018

Direção: Marcello Sannyos 

Categoria: Documentário   

Duração: 15 e 38 segundos        

Sinopse: Dona Joana, descendente de negros e índios, mãe de 11 filhos, relata suas histórias, anseios, crenças e o cotidiano na lida da vida rural na Comunidade Baixa Funda, em Urucuia, Minas Gerais.  “A história começa a partir do relato oral que a matriarca da comunidade, Dona Joana Martiliana, com seu 1,50 metros de altura, olhar sereno, de voz rouca, de pele negra e enrugada, com dentes apenas na parte inferior da boca e de aparência forte, com mãos calejadas da roça e de traços marcados pela simplicidade. Ela é a personagem central e a figura mais emblemática da comunidade. Por ser a mais velha, esta senhora guarda a sabedoria da vida e a história de seus antecedentes. É ela que transmite oralmente, assim como aprendeu, do seu modo simples, os fatos e causos ocorridos nos tempos passados.”                                                                                                                                                             

Classificação Indicativa: Livre

45) A Viagem do Seu Arlindo        

Vargem Alta/ES – 2018

Direção: Sheila Altoé

Categoria: Ficção     

Duração: 16 minutos

Sinopse: Na Comunidade Quilombola de Pedra Branca, nas montanhas capixabas, os mais velhos preservam a tradição de contar histórias para os mais jovens como a do dia em que o Seu Arlindo decide fazeruma misteriosa viagem, deixando intrigados os moradores da comunidade.                                                                                                                                                                             

Classificação Indicativa: Livre  

46) A voz do mar     

Vidigal/RJ – 2019

Direção: Jonas Paz-Benavides         

Categoria: Ficção     

Duração: 15 minutos           

Sinopse: FILME CONTEMPORANEO AMBIENTADO NA FAVELA DO VIDIGAL NO RIO DE JANEIRO, (2018) CAIO, INSTROPECTIVO POR NATUREZA, ESTÁ CHEIO DE PERGUNTAS QUE A SUA MENTE CURIOSA E IMENSA VONTADE DE AJUDAR SUA MÃE A SAIR DA COMUNIDADE NÃO SABEM RESPONDER.  O PROTAGONISTA É MISERAVELMENTE VAGA SEM CONSEGUIR DECIDIR SE LUTAR CONTRA TODOS OS SEUS MEDOS OU CEDER E VIVER COMO SEMPRE HAVIA VIVIDO. INFELIZMENTE A HORA DE ENCARAR A VERDADE CHEGARA, E ELE HAVIA TOMADO A ÚNICA DECISÃO QUE SABIA TOMAR PARA REORGANIZAR SEU PRESENTE E CORRIGIR SEU FUTURO. 

Classificação Indicativa: Livre

47) Vassouras

Virgem da Lapa/MG – 2019

Direção: Oséias Evangelista

Categoria: Documentário   

Duração: 9 minutos 

Sinopse: Vassouras retrata o drama dos moradores de uma comunidade rural quilombola ao ter suas terras invadidas e ver sua principal fonte de renda, a produção artesanal de vassouras, ser dizimada pela dificuldade de obter a matéria prima.  Esse dilema é agravado com o êxodo rural já que a comunidade não oferece perspectivas aos jovem moradores.  Vídeo produzido em parceria com Edgard Gleizer e Douglas Araújo.   

Classificação Indicativa: Livre

48) Brasil 2020         

Zona Autônoma de Kanibaru/Brasil – 2019

Direção: Petter Baiestorf    

Categoria: Ficção     

Duração: 7 minutos        

Sinopse: O Brasil é governado por uma crentecracia militar em aliança com a grande indústria do Agronegócio e a indústria Armamentista. O livre pensar se tornou uma grande barreira ao governo brasileiro. Anarquistas, professores, artistas, pequenos agricultores orgânicos, editores independentes e livres pensadores se tornaram as novas Bruxas do Século XXI e são os principais alvos dessa cruzada contra a sabedoria.

Classificação Indicativa: 14 anos

20h30 – Exibição de Bacurau

Direção: Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles

Categoria: Ficção

Duração: 131 minutos

Sinopse: Os moradores de um pequeno povoado do sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa, Domingas, Acácio, Plínio, Lunga e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.

Classificação Indicativa: 16 anos

Vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Cannes

Vencedor de Melhor Filme da Competição Internacional Cinemasters no Festival de Munique

Anúncio dos Premiados e do FECIM 2020

Festa “Surpresa” de Encerramento

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *